Screen-Shot-2017-07-24-at-10.59.59

 

Uma das componentes que desempenha um papel muito importante na corrida e que é muitas vezes negligenciado é o treino de força. Algumas das razões pelas quais o treino de força é preterido em relação a outros prende-se com o receio no aumento do peso, com a falta de tempo, com a falta de conhecimento e, também, com o facto deste tipo de treino ainda não estar disseminado no seio da corrida de fundo. Muitos praticantes desta disciplina ainda pensam que o seu treino deve ser só correr.

Neste texto pretendemos alertar para a importância do treino de força na economia da corrida, algo que preocupa bastante os atletas, principalmente os que correm as distâncias mais longas. Numa revisão sistemática realizada por Denadai et al. (2017) no jornal Sports Medicine, procurou-se encontrar relação entre treino de força e a economia da corrida. Os investigadores concluíram que os atletas que se submeteram a treino de força durante 6 semanas conseguiram atingir 2% de economia de esforço enquanto que às 16 semanas de treino, essa economia chegou a valores de 8%. Ou seja, isto significa que valores mais altos de economia de esforço durante a corrida poderão ser atingidos se os atletas se submeterem, ainda durante mais tempo, a um programa de treino de força.

O protocolo de treino era constituído por treino de força com carga e treino explosivo, sendo que treino de força em isometria não produziu os mesmos efeitos.

Sendo assim, devemos concluir que para potenciarmos todas as nossas qualidades físicas que irão ser responsáveis pela melhoria das nossas prestações em corridas longas, devemos, obrigatoriamente, introduzir o treino de força no nosso planeamento.

Que a FORÇA esteja sempre convosco!

Tiago Marto

Referências:

Denadai BS, de Aguiar RA, de Lima LC, Greco CC, Caputo F. Explosive Training and Heavy Weight Training are Effective for Improving Running Economy in Endurance Athletes: A Systematic Review and Meta-Analysis. Sports Med. 2017 Mar;47(3):545-554. doi: 10.1007/s40279-016-0604-z. Review. PubMed PMID: 27497600.